top of page
  • Foto do escritorCWB SEXY

Menopausa e prazer sexual: Tudo o que você precisa saber!

Atualizado: 7 de mai. de 2023

A menopausa, que é marcada pelo ponto final da menstruação, é uma anomalia fisiológica que altera a vida sexual das mulheres. Muitos fatores, incluindo hormônios, mudanças anatômicas, mudanças no estilo de vida, fatores emocionais e interações sociais, afetam o prazer sexual na menopausa. No entanto, a menopausa não necessariamente significa o fim do prazer sexual. Com a informação certa, mudanças de estilo de vida e tratamentos apropriados, é possível para a mulher na menopausa desfrutar do sexo e aproveitar o prazer sexual.


A primeira coisa que você precisa saber é que, durante a menopausa, os hormônios sexuais femininos (estrogênio e progesterona) começam a diminuir, o que pode levar a problemas como diminuição da lubrificação vaginal e aumento da sensibilidade genital. Isso pode tornar a relação sexual desconfortável e dolorosa, causando uma reação em cadeia que pode resultar em ansiedade, desejo sexual reduzido ou baixa libido. O conhecimento destas alterações corporais ajuda as mulheres a abordar os problemas de forma mais informada e compreensiva.


Além disso, mudanças nos níveis hormonais também afetam o humor da mulher na menopausa. O calor e suor repentinos, a irritabilidade e a falta de concentração podem afetar a vida sexual. Se você está passando por esses sentimentos, procure terapia de parceiro para lidar de forma saudável.


Por fim, existem tratamentos eficazes disponíveis para ajudar as mulheres a lidar com a menopausa e a desfrutar do prazer sexual. Injeções hormonais, cremes vaginais, drogas orais e comprimidos, entre outros, podem ajudar na lubrificação e no prazer sexual. Estas opções de tratamento de menopausa devem ser discutidas com o seu médico para descobrir o que é certo para você.


Para concluir, embora a menopausa possa afetar a vida sexual de uma mulher, as mudanças na vida sexual não são inevitáveis. Se você está passando por alguma dificuldade sexual, procure apoio médico para descobrir tratamentos eficazes para alcançar o máximo do prazer sexual durante a menopausa. Quando você entender seu próprio corpo e aprender como lidar com as mudanças, você poderá experimentar o mesmo prazer e satisfação que sentia antes da menopausa.



1. Afinal, o que é a Menopausa?


A menopausa é um estágio natural na vida de uma mulher, marcado pela paragem do seu ciclo de menstruação. Geralmente ocorre entre os 45 e os 55 anos de idade, embora possa ocorrer antes ou depois disso. O momento exato do início da menopausa varia de mulher para mulher, mas geralmente ocorre quando o corpo deixa de produzir o suficiente de certos hormônios – principalmente o estrogénio – para que a mulher mantenha um ciclo menstrual regular. O período que pré-cede o início da menopausa, chamado de pré-menopausa, é marcado por algumas alterações hormonais e pelo início de sintomas como ondas de calor, perturbações do humor, secura vaginal e problemas de sono. Na menopausa entram ainda outros sintomas no contexto da mudança hormonal, como a perda de densidade óssea, o surgimento de flacidez da pele e o ataque ao sistema vascular. Estes, e outros sintomas, podem ser tratados com o ajuste de estilo de vida ou, se necessário, com tratamentos hormonais. A Menopausa não é algo a temer e, com as devidas precauções, a mulher pode atravessar esse período tranquilamente.


2. O que muda no corpo depois dos 50 anos de idade?


Quando você chega aos 50 anos de idade, muitas mudanças acontecem no seu corpo: desde o surgimento de rugas e flacidez às dificuldades de saúde emocional. Embora cada pessoa experimente estas transformações de maneiras diferentes, existem modificações universais que ocorrem independentemente de seu estilo de vida ou fatores genéticos. Por isso, é importante saber quais são essas mudanças e quais estratégias se pode aplicar na manutenção de sua saúde física e mental. Uma das principais mudanças no corpo depois dos 50 anos de idade é a diminuição da massa muscular.


Isso acontece porque, à medida que envelhecemos, nosso metabolismo se torna mais lento e nossas células produzem menos proteínas. Além disso, nossos ossos enfraquecem. É aí que entra a importância da nutrição adequada e da prática de exercícios regulares. Junto com a diminuição da massa muscular, ocorre também a perda da elasticidade da pele e os envelhecimentos precoce. Para combater isso, é importante cuidar da pele com produtos de qualidade e prestar atenção aos hábitos alimentares. Também é importante destacar que, depois dos 50 anos de idade, é crucial manter práticas de saúde mental.


Isso é importante porque, muitas vezes, as mudanças no corpo também afetam nossa saúde mental. Por isso, é importante conversar com seu médico regularmente para que possa diagnosticar possíveis problemas— tanto físicos quanto emocionais— e tratar deles de maneira adequada. Se você aprender como lidar com as mudanças físicas e emocionais do corpo depois dos 50 anos de idade, poderá usufruir plenamente desta fase da vida.


3. Quais são os principais sintomas da menopausa?


A menopausa é um dos momentos mais importantes da vida de uma mulher. Ocorre geralmente entre os 40 e 50 anos de idade, e o principal sintoma é a parada do ciclo menstrual natural. Embora todas as mulheres possam não experimentar os mesmos sintomas, existem alguns sintomas comuns da menopausa que quase todas as mulheres experimentam ou sentem de alguma forma. Os principais sintomas da menopausa para as mulheres incluem mudanças na temperatura corporal, mudanças de humor, ondas de calor, irrequietude, noites suadas, dificuldade de concentração, dores musculares e nas articulações, fadiga, perda de libido, falta de vitalidade, secura vaginal, perda de força muscular, problemas de visão, depressão e ansiedade.


Os sintomas da menopausa podem variar de mulher para mulher e muitas vezes podem depender da quantidade de hormônio produzido pelos ovários. Quando os níveis de estrogênio e progesterona diminuem consideravelmente, começam a persistir os sintomas, especialmente mudanças de humor, ondas de calor, dificuldade de concentração, perda de libido, entre outros.


Além dos sintomas, existe também o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, osteoporose e problemas de coração. Por isso, é importante que durante a menopausa uma mulher faça exames clínicos regulares, procure o acompanhamento de um profissional de saúde e realize alguns exames específicos para a menopausa.


Como a menopausa é um processo natural, existem tratamentos para ajudar a lidar com os sintomas desconfortáveis. A terapia hormonal é uma opção muito comum, pois tem o objetivo de aumentar ou manter o nível de hormônio no corpo, além de ser um tratamento seguro e eficaz. Outras opções de tratamento incluem suplementos nutricionais, vitaminas, exercícios leves, medicação de prescrição e acupuntura, que foram comprovados para aliviar os sintomas da menopausa.


É importante entender que a menopausa é um processo natural para todas as mulheres, mas com um bom acompanhamento médico e tratamento adequado, as mulheres podem lidar com os sintomas desconfortáveis da menopausa e alcançar uma boa qualidade de vida.


4. É possível ter prazer sexual nessa fase da vida?


A menopausa é um período que afeta a vida de muitas mulheres e uma das questões que mais as preocupam na menopausa é se elas ainda podem ter relações sexuais com satisfação. A boa notícia é: sim, é possível ter prazer sexual na menopausa. Isso porque, mesmo com as mudanças hormonais, a mulher ainda produz estrogênio e, consequentemente, pode sentir desejo, prazer e satisfação durante o ato sexual. Embora algumas mulheres possam enfrentar mudanças na libido ou no interesse em relações sexuais durante a menopausa, o sexo ainda pode ser satisfatório. A chave para ter prazer sexual na menopausa é adotar novas maneiras de se relacionar com seu parceiro, além de conhecer suas próprias necessidades e desejos sexuais.


Uma vez que as mudanças fisiológicas e hormonais já ocorreram, é importante que as mulheres descubram maneiras de lidar com elas e possam relatar novas dores, bem como falar abertamente com seu parceiro sobre os efeitos da menopausa. Além disso, a prática de exercícios regulares pode ajudar a controlar os sintomas da menopausa, como a secura vaginal, e permitir que as mulheres experimentem mais prazer sexual. Portanto, as mulheres na menopausa podem sim ter relações sexuais saudáveis, satisfatórias, prazerosas e seguras.


5. 5 dicas para aumentar o prazer sexual na menopausa


1.Cuide mais de você


A menopausa pode ser um momento difícil para as mulheres, já que seu corpo enfrenta alterações significativas. No entanto, há uma luz no final do túnel: aprendendo a curtir e aproveitar este período da melhor forma possível, é possível ter um aumento significativo no prazer sexual. Por isso, aqui estão algumas dicas que podem ajudar as mulheres a lidarem com a menopausa da maneira mais saudável e prazerosa possível.


A primeira e mais importante dica para curtir a menopausa é cuidar de si mesma. Faça pequenas e simples mudanças na sua rotina diária para melhorar a sua saúde física. Enquanto faz atividades físicas regradas, como caminhadas ou yoga, procure também algum tempo para meditar ou relaxar. Isso naturalmente pode ajudar a aumentar o prazer sexual na menopausa, pois o estresse e a ansiedade são inimigos da satisfação sexual. Além disso, cuide da sua dieta, se exercite e descanse o suficiente para que seu corpo, mente e espírito estejam relaxados.


Outra dica para aumentar o prazer sexual durante a menopausa é estimular-se. Experimente coisas novas, como descobertas sexuais solo, brinquedos eróticos, fantasias eróticas e livros eróticos. Tente também criar momentos românticos para você e seu parceiro. Coisas simples, como passar tempo juntos em sessões quentes de banho, podem tornar o sexo mais divertido e prazeroso.


Por último, converse com seu médico sobre medicamentos que possam ajudar na sua satisfação sexual. Existem medicamentos que podem ajudar a aliviar os sintomas da menopausa e aumentar o prazer sexual. Não tenha medo de pedir ajuda ou conselhos para o seu médico sobre medicamentos que possam funcionar para você.


A menopausa não precisa ser algo doloroso. Se você está tendo problemas para aumentar seu prazer sexual neste estágio da vida, não desista. Use as dicas mencionadas acima para cuidar mais de si mesma e adquirir experiências sexuais mais satisfatórias.


2. Desfrute do seu dia a dia


Durante a menopausa, muitas mulheres enfrentam desafios para aumentar o prazer sexual. No entanto, também existem várias maneiras de aumentar o seu desempenho e desfrutar melhor do seu dia a dia. Se você estiver enfrentando dificuldades para aumentar o seu prazer sexual, aqui estão algumas dicas que podem ajudar.


Primeiro, é importante manter um estilo de vida saudável. Alimentação saudável, atividade física regular e manutenção de um peso saudável são fundamentais para melhorar o desempenho sexual. Estes também podem ajudar a regular os níveis de hormônios e a restabelecer o equilíbrio hormonal.


Além disso, algumas ervas e suplementos dietéticos também podem ajudar a aumentar o prazer sexual. Algumas das ervas mais comuns são o ginseng, o maca peruana, o ginkgo biloba, a epimedium e o tribulus terrestris. Estes suplementos são conhecidos por seus benefícios para os sintomas da menopausa, incluindo os relacionados à libido baixa.


Por último, é importante lembrar que a intimidade e a comunicação são fundamentais para aumentar o prazer sexual durante a menopausa. A intimidade é a chave para um relacionamento saudável e para uma comunicação eficaz. Se você estiver tendo problemas para comunicar seus desejos e necessidades sexuais ao seu parceiro, procure a ajuda de um especialista em relacionamentos. Ajudar a aumentar o seu prazer sexual e o bem-estar geral na menopausa é possível. Com um estilo de vida saudável, alguns suplementos dietéticos e suporte emocional, você pode desfrutar plenamente do seu dia a dia.


3. Pense em SEXO!


A menopausa não tem porque ser sinônimo de fim do prazer sexual. Na verdade, para ter um bom desempenho sexual durante a menopausa, é necessário se empenhar para ter as melhores experiências possíveis. Há diversas dicas que podem ser seguidas para aumentar o prazer sexual na menopausa. A primeira dica é Pense em Sexo: é importante estabelecer um horário de intimidade com seu parceiro ou parceira. Ter relações sexuais regularmente também ajuda a manter o desejo sexual. Além disso, é importante não só pensar em sexo como também ter consciência de que o sexo é um dos principais motivos para se sentir bem durante a menopausa. Planejar e criar fantasias sexuais também será importante para aproveitar ao máximo a vida sexual durante a menopausa. Não se esqueça que a experiência sexual não começa e termina no orgasmo. Aproveite o tempo junto com o seu parceiro ou parceira para se conectar emocionalmente e compartilhar um momento de felicidade e prazer.


4. Pratique o sexo solo ou em parceria


Durante a menopausa, muitas mulheres experimentam uma queda na libido e, consequentemente, um prazer sexual reduzido. É completamente normal e parte da jornada natural. No entanto, as mulheres também podem tomar iniciativa para aumentar o prazer sexual durante a menopausa. Uma das melhores estratégias é praticar o sexo sozinha ou em parceria.


Praticar o sexo sozinha é uma ótima maneira de descobrir ou redescobrir o que realmente te traz prazer. Quando você não tem que preocupar-se com o que os outros estão pensando, é possível relaxar e 'ter prazer comigo mesmo'. Alguns exercícios de respiração podem ajudar a relaxar a mente para que você possa explorar completamente as suas necessidades e desejos sexuais.


Em parceria, a prática do sexo durante a menopausa é igualmente importante, pois ela pode te ajudar a reconectar com seu parceiro e gerar energia sexual. Encontre um tempo privado para praticar carícias com seu parceiro, experimente posições diferentes e escolha brinquedos sexuais para aumentar o prazer. Lembre-se que o sexo não é apenas uma atividade física, mas também emocional, por isso é importante manter a comunicação aberta e expressar seus desejos com franqueza.


Lembre-se de que é normal sentir uma queda no prazer sexual durante a menopausa, mas existem muitas maneiras diferentes de aumentar esse prazer. Seja praticando o sexo sozinha ou em parceria, trate-se com amor, experimente coisas novas e mantenha a comunicação aberta. Ao fazer isso, você poderá experimentar novas formas de satisfação durante toda a sua jornada de menopausa.


5. Visite um sex shop


Na menopausa, a baixa de hormônios femininos, o aumento da ansiedade e depressão, bem como as mudanças físicas e emocionais na vida das mulheres, podem causar baixa libido, que é um dos efeitos mais comuns da menopausa. A baixa libido pode ser muito difícil de lidar e para ajudar a combater os sintomas, muitas mulheres estão recorrendo a sex shops para aumentar a tensão sexual. O visitar de sex durante a menopausa é uma ótima forma de se divertir, relaxar e desfrutar da tensão sexual, além de oferecer uma ampla gama de produtos que podem melhorar o prazer sexual. É importante procurar um sex shop que trabalhe com produtos de qualidade e que ofereça ajuda com experiências sexuais enriquecedoras, além de ter preços acessíveis. Além disso, alguns sex shops oferecem serviços de especialistas em sexualidade para ajudar as mulheres a descobrir o que funciona melhor para elas. Visitar um sex shop permite às mulheres experimentar uma variedade de artigos sensuais e ainda aprender sobre como lidar com sua libido na menopausa. Por isso, toda mulher precisa visitar um sex shop para aumentar a tensão sexual na menopausa.


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page